PESQUISA DE PRODUTO

Sensores MAP/MAF
Ajuste ideal/precisão avançada

SlashesA admissão de ar mais inteligente

Os sensores MAP e MAF tornaram-se parte integrante do sistema de gestão do motor. A sua tarefa é enviar informações para a unidade de comando do motor do veículo (ECU), permitindo que esta controla a mistura de ar/combustível necessária para que o motor funcione de modo eficiente. Os sensores MAP e MAF NTK são submetidos a testes rigorosos para garantir que cumprem ou ultrapassam as normas mais exigentes.

89% dos veículos em operação na Europa com sensor MAF instalado (fonte: TecAlliance)

Mais de 350 referências de peças disponíveis, melhor cobertura do mercado

Com apenas 5 tipos de conexão, a NTK abrange 30 milhões de automóveis

Assistência a vendas inteligente e simples

Controlo detalhado do sistema de combustível

  • Utilização eficaz de combustível
  • Desempenho ideal 
  • Emissões reduzidas

SlashesTipos de sensor MAP/MAF

A maioria dos sensores MAF existe em duas variações: tecnologia de fio quente e tecnologia de película quente. Estes sensores MAF não têm peças móveis e utilizam a corrente elétrica para medir a massa de ar.

Os sensores MAP podem classificar-se em dois grupos: tipo pressão do coletor e tipo pressão de sobrealimentação. Fornecem dados imediatos à ECU sobre a pressão do coletor/de sobrealimentação, medindo a pressão do ar para efetuar cálculos de combustível e calibrar a ignição, o que é vital para manter a eficiência do motor.

SlashesPrincípios de funcionamento do sensor MAP/MAF

Princípios de funcionamento do sensor MAP/MAF

Situado entre o coletor de admissão e o filtro do ar, o sensor MAF é uma parte essencial do sistema de gestão do motor, determinando a quantidade de ar que flui para o sistema de admissão de motores de combustão a gasolina e diesel. Com base nas informações da massa de ar, a unidade de comando do motor pode equilibrar e fornecer a quantidade de combustível correta ao motor. Nos motores diesel, o sensor MAF serve, sobretudo, para controlar a recirculação dos gases de escape (EGR).

O sensor MAP mede a pressão do ar pela deformação de uma membrana com resistências integradas. A pressão varia consoante a posição do acelerador, a velocidade do motor e o funcionamento do turbo. O sensor de pressão de sobrealimentação, por sua vez, é utilizado em motores com turbocompressão e situa-se entre o turbocompressor e o coletor de admissão.